A  M O N S T R A A N I M A Ç Õ E S P R O G R A M A Ç Ã O I M P R E N S A  
         
         
 
 
 
ASSISTA A VINHETA
 
 
 
 
 
MONSTRA INVADE O RIO
 
 
PRIMEIRA EDIÇÃO BRASILEIRA DA MONSTRA CHEGA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO COM FILMES DE ANIMAÇÃO PORTUGUESES
 
 

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 1 a 13 de novembro (terça-feira a domingo), a MONSTRA – Mostra Oficial de Animação Portuguesa -, tradicional festival de filmes de animação realizado em Lisboa há 16 anos, que acontece pela primeira vez no Brasil. Para a estreia da MONSTRA no Rio de Janeiro, o curador Fernando Galrito fez uma seleção de 34 filmes de animação portugueses de diversos estilos e técnicas, produzidos entre 1923 e 2015. A entrada para todas as sessões e oficinas será franca, com distribuição de senhas a partir da abertura da bilheteria. O projeto tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e Governo Federal.

A programação da mostra é dividida em quatro programas: Históricos da animação portuguesa; Mistérios da noite e do dia; Viagens do céu e da terra; e A animação e o fado. O público carioca assistirá a um panorama da animação portuguesa, com filmes premiados e inéditos no Brasil, realizados com técnicas diversas, como: animação em areia (Clandestino, 1998, de Abi Feijó), em papel (CofCof, 2000, de Zepe), de volumes (A suspeita, 1999, de José Miguel Ribeiro), em 2d com plasticina (Shshsintonia  incompleta, 1999, de Mário Jorge Neves) e pintura e desenho sobre papel (Com uma sombra na alma, 2005, Fernando Galrito).

Entre os destaques da programação estão o primeiro filme de animação português, O Pesadelo de António Maria (1923), de Joaquim Guerreiro; e Os Salteadores (1993), de Abi Feijó, a primeira grande produção que reuniu uma vasta equipe de animadores de todo o país, ganhador do Prêmio Especial do Júri no Cartoon D’Or de 1994, considerado o “Oscar” da animação europeia. História Trágica com Final Feliz (2005), de Regina Pessoa, o filme português com mais prêmios nacionais e internacionais, é outro destaque.

Tal como o fado e a poesia, a animação é um leito artístico por excelência para a metáfora. As metáforas da alma e do coração que povoam o fado são, no cinema de animação, ampliadas para áreas ainda mais transversais da essência humana”, comenta o curador Fernando Galrito. “O que faz com que um pequeno país, sem uma grande escola específica, sem uma história profunda no mundo das artes da imagem em movimento tenha, no entanto, um histórico de animação tão rico e apreciado por todo o mundo? No meu entender, é a diversidade e confluência artística e experimental que se cruzam nos realizadores de animação em Portugal. A não existência de uma forte ‘escola’ que imponha regras ou linhas plásticas, técnicas, estáticas ou narrativas, permite uma riqueza e diversidade de abordagens individuais que se materializam em grande diversidade e liberdade conceitual e artística. Depois, encontramos nos filmes portugueses de animação uma forte ligação à tradição cultural que une a oralidade, a poética e uma certa ingenuidade (naivetê) e ‘aparente inocência’”, declara.

Oficinas, palestra e masterclass

Assim como na MONSTRA – Festival Internacional de Animação de Lisboa, como se denomina a edição portuguesa, a edição carioca promove diversas atividades de formação, além das sessões dos curtas-metragens. O curador, professor de animação, diretor artístico da MONSTRA e cineasta português Fernando Galrito ministrará a oficina Animação e Fascinação, especialmente para crianças a partir de seis anos, nos dias 2, 3 e 4 de novembro (quarta, quinta e sexta-feira), às 15h. A oficina é gratuita e as inscrições devem ser feitas no link https://goo.gl/forms/9wVAcGrYyWRRaTZF2.

No sábado (dia 5), às 18h30, Galrito fará a palestra Cinema de Animação, da Tela à Galeria, sobre as outras possibilidades de uso da animação, desde o cinema, a dança, o teatro e a galeria de arte. No domingo (dia 6), também às 18h30, ele ministra uma masterclass de animação a partir dos seus filmes.

 

 
         
_______________________________________________________________________________________________________________________________________
 
 
Cromakey Produção- 2016
Rio de Janeiro - BRASIL
 
contato@cromakey.com.br